Siga

Receba atualizações

Paralelo

Por Assessoria •

AMA recomenda que municípios suspendam as aulas a partir de segunda (23)

Após reunião do Comitê de Crise de combate ao COVID-19, a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) recomenda a suspensão provisória das aulas nas redes municipais de ensino durante 15 dias a partir da próxima segunda-feira, dia 23. A medida também será adotada pela rede estadual e foi anunciada durante a coletiva de imprensa com o Governador Renan Filho; a presidente da AMA, prefeita Pauline Pereira; e o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, no final da tarde desta terça-feira (17).


A presidente Pauline explica que essa foi uma decisão difícil de ser tomada, mas necessária para evitar a proliferação da doença. “Muitos prefeitos receberam o apelo pelo não fechamento por causa, principalmente, das merendas escolares. Essa foi uma das decisões mais severas, mas durante os próximos três dias o apoio dos profissionais de educação será muito importante para esclarecer dúvidas e manter a calma da população”, afirmou.

Na rede estadual e do município de Maceió as merendas continuarão sendo entregues às crianças carentes. O governador Renan Filho afirmou que será montada uma estratégia para evitar aglomerações, entregando a alimentação de forma organizada. A entrega ainda será definida de acordo com a logística de cada local.

Para a rede municipal, não há uma regra definitiva, porque a distribuição da merenda vai gerar uso de transporte escolar e aglomerações. Como depende da capacidade financeira de cada município e localização de cada escola, será determinado através de portaria das secretarias de educação municipais, método de auxílio na alimentação. “Importante a unificação da informação, a população está em pré-pânico. Precisamos passar essa serenidade até porque teremos a vacinação no dia 23”, destacou a presidente.

Outras medidas tomadas pelo Governo do Estado

A partir de quinta-feira, dia 19, os testes do coronavírus serão feitos em Alagoas, assim, os resultados ficarão prontos em 48h. Campanhas educativas serão veiculadas na imprensa local. Também foi dada algumas recomendações para o rigor da limpeza dos transportes, tanto estadual quanto intermunicipal. 

Foi enviado um ofício à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para interromper a chegada de cruzeiros no porto de Maceió. Outra recomendação foi o uso de máscaras, luvas e álcool em gel para funcionários do aeroporto, rodoviária e porto, tanto para navios com turistas ou com cargas.


Para locais públicos de grande aglomeração a determinação é ter álcool gel disponível e manter a distância de 1m de uma cadeira para outra. O governador também destacou o isolamento familiar de idosos, portadores de doenças crônicas para evitar o contágio.

Jana Braga